segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Depressão pós balada

Olá pessoal, o que vou falar agora é de um mal que atinge a todo baladeiro, eu como homem confesso que às vezes sofro desse mal, mas acredito que isso aconteça com maior intensidade nas mulheres, que é a depressão pós balada....o dia seguinte!

Esse papo de que eu só sai para dançar pra mim não cola, acho que todos que saem na noite solteiros, tem sempre a esperança tem encontrar uma pessoa legal, bonita, interessante....nem que seja só para aquela noite!

Mas é sempre que isso acontece?

Dificilmente, acredito que raramente isso acontece, o problema é acordar o dia seguinte de ressaca, triste, com a auto-estima lá embaixo. É gente a vida de balada é difícil!

Eu vejo muitas mulheres que nem esperam o outro dia, no final da balada elas já estão depressivas, já viram que perderam a noite! e ficam com cara de mal humoradas, chegar perto é patada na certo...e ainda tem que esperar a amiga que se deu bem para ir embora!

Mas pior do que não ficar com ninguém, é ficar por ficar com uma pessoa que você nem estava afim...no dia seguinte a consciência dói mais ainda, principalmente quando você acorda e essa pessoa esta do seu lado!

- O que que eu fui fazer!!!!

Ai você tem que agüentar essa pessoa no seu pé depois, quem mandou fazer caridade!!!

Vantagens de ser mulher

Eu adoro ser homem, nós temos muito mais privilégios (vantagens) que as mulheres...todos sabem quais são!!! Mas uma coisa tenho que admitir, é muito melhor ser mulher na balada.

Mulher geralmente não pega fila para entrar, não paga ou paga no máximo metade do valor de uma entrada masculina, ganha camarote. E não gasta nada dentro da balada, primeiro porque mulher não gasta dinheiro com bebida...elas guardam pra comprar roupas, sapatos, etc...só bebem quando os amigos homens bancam, senão ficam com uma garrafinha de água ou uma latinha de cerveja a noite inteira!

E quando pagam a conta é no máximo R$10...Enquanto nós homens gastamos grande parte dos nossos salários ou mesada na noite!

E porque será que os donos de estabelecimentos sempre privilegiam as mulheres que não dão lucro nenhum, distribuindo cortesias, camarotes, furando fila...!!!

A resposta é simples se o lugar não tiver mulher, o homem também não vai!

É um prejuízo necessário, a mulher funciona como isca!

Então free pra mulherada!!!!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Boas vindas

Olá caros leitores(as),

Esse blog foi criado para descrever ou tentar entender o comportamento feminino nas baladas, festas, barzinhos...
È escrito por uma visão masculina, com depoimentos sinceros, espero que não fiquem bravas com isso, poderá ser útil para vocês.
Espero que todos contribuam com opiniões, pois o que eu penso está longe de ser a regra! Quem sabe eu passo a entendê-las melhor!

Um grande abraço!!!